O que são as sardas?

O que são as sardas?

 As sardas recebem a denominação médica de efélides. São manchas superficiais de coloração bem clarinha, normalmente de tamanhos pequenos - até 1 cm - e localizadas, principalmente, na face. Pessoas de pele clara, olhos e cabelos claros têm mais propensão a desenvolver sardas.

 As sardas surgem ao longo do tempo, quando a pele é exposta à radiação ultravioleta. Isso gera um efeito cumulativo, gerando as manchas. Vale lembrar que a sarda não aparece no nascimento, mas pode aparecer logo na primeira infância, ainda mais se a criança apresentar a pele e os cabelos bem claros.

 Quando aparecem manchas em outras regiões do corpo são maiores e chamadas de melanoses solares. A maioria das pessoas que têm cabelos ruivos costuma ter sardas, pois o tipo de pele não permite um bronzeamento, mas sim manchas na pele.

 É possível prevenir a sarda, com o uso de fotoprotetor desde os seis meses de idade. Porém o tratamento só tem objetivo estético, pois a sarda não causa nenhum problema de saúde. Mas, se a pessoa quiser é possível usar cremes despigmentantes de uso diário em casa.

 Entretanto, o resultado mais efetivo é mesmo com laser, do tipo luz intensa pulsada que após 3 sessões alcança o efeito desejado. A realização de peeling químicos como ácido retinóico ou acido tricloroacético pode ajudar muito.

 Como a sarda é uma alteração pigmentar e desencadeada pelo sol, não existe nenhum tipo de produto caseiro que ajude nesse tipo de mancha. Usar fotoprotetor e evitar a exposição solar são duas medidas essenciais para evitar o surgimento das sardas.