Psoríase

Psoríase

A psoríase é uma doença inflamatória crônica da pele, que atinge de 1 a 3% da população mundial. É um problema médico desafiador, além de afetar a qualidade de vida dos pacientes. É importante ressaltar que a psoríase não é contagiosa. Quanto mais cedo for feito o diagnóstico por um médico DERMATOLOGISTA, melhor será o controle da doença.

 A causa ainda é desconhecida da medicina, porém está ligada ao sistema imunológico, meio ambiente e tem uma característica genética, ou seja, pessoas de uma mesma família têm de 30 a 40% mais chance de desenvolver a psoríase. Estresse, obesidade, tempo frio, álcool e cigarro são importantes fatores de risco para o desenvolvimento da psoríase.

 Acredita-se que células de defesa do organismo ataquem a pele das pessoas com psoríase, aumentando a produção das células da pele, levando à descamação excessiva. Com isso, as células mortas não são eliminadas corretamente, formando manchas espessas e escamosas na pele.

 Cada paciente apresenta um quadro da doença, mas, em geral, os sintomas mais comuns são manchas avermelhadas com escamas secas e esbranquiçadas, pele ressecada e rachada, coceira, queimação, dor, unhas grossas, inchaço e rigidez nas articulações.

 

Psoríase e Comorbidades

Nos últimos anos, surgiram evidências de que a psoríase aumenta o risco do desenvolvimento de outras doenças, como obesidade, pressão alta, diabetes e colesterol alto. Com isso, o risco cardiovascular dos portadores de psoríase é duas vezes e meia maior do que o das pessoas não portadoras da doença. A depressão é outro problema comum entre as pessoas com psoríase.

 

Tratamento é fundamental

Atualmente existem vários tratamentos para a psoríase, desde cremes de uso no local das lesões até o uso de medicamentos via sistêmica, que podem a controlar o quadro, com a remissão das lesões.         

 O tratamento mais atual para a psoríase é feito com agentes biológicos, medicamentos derivados de origem animal ou humana, que devem ser indicados sempre por um médico especialista.

 Os medicamentos biológicos para a psoríase são administrados através de aplicações semanais ou mensais, realizadas pelo próprio paciente ou em clínicas de infusão especializadas. Os disponíveis no SUS são:

  • Infliximabe
  • Etanercept
  • Adalimumabe
  • Ustequinumabe

 

Os medicamentos biológicos cobertos pelo SUS representam um avanço fundamental no tratamento da psoríase, já que são de alto custo, portanto não acessíveis para a maioria da população brasileira.

No Comments Yet.

Leave a comment